sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Carisma ou Caráter ? Os valores que regem a atual igreja Brasileira


Um ser humano de caráter é um exemplo de vida;
uma pessoa de caráter que tem carisma influencia positivamente muita gente para o bem;
mas um homem que só tem carisma
e não tem caráter é um mal para a sociedade.

Caráter é o conjunto das qualidades boas ou más de um indivíduo e que lhe determinam a conduta diária e a concepção moral. O livro de Jó 1: 1 afirma: “Havia um homem na terra de Uz, cujo nome era Jó; homem íntegro e reto (de caráter), temente a Deus e que se desviava do mal”. A vida desse servo de Deus traz profundas lições para a vida cristã.

Os sinalizadores do reino de Deus

Nesses quase vinte anos de ministério pastoral, tenho convivido e conhecido pessoas de diversas formações e costumes. Algumas sendo verdadeiros exemplos a serem seguidos. Pessoas nobres, de uma fineza contagiosa, cujo discurso não difere de sua prática. Verdadeiros sinalizadores do reino de Deus. Suas vidas servem para iluminar e mostrar o melhor caminho a ser seguido.

São pessoas de quem o testemunho fala mais alto que suas palavras. Pessoas de uma só agenda: o que elas marcam, cumprem. Pessoas de quem não precisamos duvidar do que dizem porque é exatamente o que elas vivem. Pessoas com um profundo senso de justiça, honestidade, fidelidade, imparcialidade e de desejo sincero de servir e de obedecer a Deus. Elas são motivos de inspiração.

Tenho visto pessoas assim em meu ministério. Elas têm-me ajudado a olhar sempre no espelho e perguntar àquela imagem que ali aparece: “E você, como está sendo visto pelos outros?”. Graças a Deus por estas pessoas que têm carisma e caráter. A reflexão sempre foi um bom caminho para reconhecermos quem somos, para onde estamos indo. Por isso é imprescindível fazermos essa auto-análise freqüentemente para alcançarmos as mudanças necessárias.

Elas parecem, mas não são

Todavia tenho conhecido também, nesses quase vinte anos de ministério pastoral, muitas pessoas difíceis de serem definidas. Porque parecem nobres, distintas, cheias de carisma, mas no convívio do dia-a-dia percebe-se que o discurso é diferente de sua prática. Parecem estar na luz, mas estão nas trevas. A convivência diária é o melhor caminho para se conhecer alguém: ninguém consegue ser o que não é por muito tempo.

Essas pessoas têm um testemunho que é comprometedor à fé que declaram. Pessoas que negociam valores e acham que a popularidade é melhor que a honestidade. Têm carisma, mas não têm caráter. Pessoas de duas agendas. Pessoas que parecem não ter senso de pureza, honestidade, justiça, fidelidade, imparcialidade e muito menos temor de Deus. Pessoas que maculam o nome do absoluto Deus. “Fazei, pois, morrer a vossa natureza terrena: prostituição, impureza, paixão lasciva, desejo maligno e a avareza, que é idolatria; por estas coisas é que vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência”, Cl 3: 5-6.

Essas pessoas são capazes de influenciar outros menos vigilantes e fazer dos tais seus súditos. Pessoas que têm dons e talentos, mas não têm o fruto do Espírito. Pessoas que têm carisma, mas não têm caráter. Tais pessoas comprometem o desenvolvimento da igreja de Jesus. “Tu, porém, ó homem de Deus, foge destas coisas; antes, segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a constância, a mansidão”, 1Tm 6: 11.

Carisma sim, mas com caráter.

Acredito que temos de rever constantemente nossos verdadeiros valores. O carisma é importante, mas não pode estar divorciado do caráter. O caráter é mais importante que nossos dons e talentos. A igreja de Corinto era uma igreja de muitos talentos, porém pecava por ser jactanciosa, egoísta, irar-se facilmente, pregar uma coisa e viver outra. Ela não tinha o caráter de Deus, a exemplo de Jó que foi um homem íntegro e reto, um homem de caráter.

Os dons sem o fruto, o carisma sem caráter, são como um pneu sem câmara quando fura: ele vai vazando lentamente até chegar ao colapso. Quantos já vivem num colapso e não perceberam ainda, ou melhor, já se acostumaram viver no colapso do caráter: “Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios, pela hipocrisia dos que falam mentiras e que têm cauterizada a própria consciência”, 1Tm 4: 1-2.

Tenho dito que caráter não se consegue num culto, numa vigília ou num encontro de final de semana e nem mesmo através de uma ‘oração fervorosa’. Caráter se consegue através do desenvolvimento da verdade implantada dentro de nós. Para ter caráter tem de andar na luz, pois não há comunhão entre a luz e as trevas: “Se dissermos que mantemos comunhão com ele e andarmos nas trevas, mentimos e não praticamos a verdade. Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, mantemos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado”, 1Jo 1: 6.

A falta de caráter compromete os projetos de Deus em nossas vidas. Sem o caráter, a família, os filhos, a empresa em que você trabalha ou grupo que você lidera na Igreja podem até crescer por causa de teus talentos, mas não vão crescer em integridade, justiça, fidelidade e, especialmente, em santidade. O caráter é quem dá sustentação à vida: “Porquanto para isto mesmo fostes chamados, pois que também Cristo sofreu em vosso lugar, deixando-vos exemplo para seguirdes os seus passos”, 1Pe 2: 21.

Conclusão

Amado leitor, você também já deve ter ficado estarrecido diante dos acontecimentos de cada dia. E perguntado: meu Deus, que mundo é esse? Acredito que estamos vivendo um momento de pedirmos a Deus uma ‘unção diferente’: a unção do caráter. Ele é o conjunto definido de traços comportamentais e afetivos de uma pessoa, persistentes o suficiente para determinar suas idéias, seus discursos e suas práticas de vida. Por isso, tenhamos carisma, porém, carisma com caráter.


Fonte:iprb

8 comentários:

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado Leonardo Macambira,

A paz do Senhor!

Palavra de alerta e de consciência aos muitos que andam como que "maquiados", dentro da igreja.

Existe uma farsa constante no púlpito. Afirmo desta maneira porque conheço, não são meus amigos e nem convivem comigo, não sou cara-de-pau, de estar ao seu lado.

São muitos que diante do púlpito empreendem uma farsa com choros e velas, e depois, saem em qualquer roda de amigos com suas piadas imorais.

Estava eu com um "pastor", e o repreendi pela palavra chula que foi dita por ele. Imagine a resposta que ouvi do "pastor":

"Você quer ser santo demais, imagino o que você falaria se estivesse em um "momento descontraído" com o pastor fulano de tal".

Me calei e fiquei envergonhado por serem estes, que estão à frente de muitas igrejas.

Vigiar e orar! O incomum está se transformando em comum nas paredes chamadas de igreja. E, cada vez mais, fica provado que a igreja são aqueles que com suas bocas louvam e engrandecem ao Senhor com a sua vida e a sua postura de embaixadores de CRisto.

O Senhor seja contigo!

pr. Newton Carpintero
www.pastornewton.com

Mônica Fontes CARIOCA disse...

Graça e Paz. Estou lhe oferecendo o Selo "Prêmio Dardos" no meu blog Voz no Silêncio http://monicafontes.blogspot.com/2009/10/o-que-e-este-e-o-premio-dardos-que-da.html, ele está aguardando por v/c, espero que goste!!!

Psiquismo Desmistificado disse...

Olá prezados
Gostei muito do texto Leo, pois o tema abre um leque fantástico de reflexões.
O caráter de todo ser humano é sua própria índole e, sendo assim, vemos índoles boas e más, as quais serão moldadas em cada ser humano. Esse molde será exercido pelo meio ambiente e pela formação socio-cultural-familiar.
A partir daí, teremos o surgimento das mais variadas personalidades e seus desvios de conduta, onde surgem as pessoas carismáticas, fascinantes, mas com personalidade doentia.
Houve um peso do caráter? sem dúvida
Houve peso da formação socio-cultural-familiar? sem dúvida
Enfim, o tema é interessantíssimo
Parabéns pela postagem
Abraços fraternais

Mirza disse...

Leonardo.
A Paz do Senhor.

Seu texto iustra nossa realidade atual, são tantas denominações, pastores sem chamado e qualificação para serem lideres.
Eu consigo imaginar uma pessoa sem caracter,mas sem temor ao Senhor, não tem como...
Um fim de semana de muita Paz.
Que Jesus continue abençoando sua vida e de sua família.
A PAZ.

Leonardo Macambira disse...

Pastor Newton , é triste o quadro em que podemos ver com relação as lideranças da Igreja brasileira!

Precisamos com urgencia de uma reforma em meio a estas cúpulas religiosas , para que o povo tenha com maior clareza entendimento e fé para com as coisas de Deus .

Paz !!!

Leonardo Macambira disse...

Irmã Monica

Agradeço pela lembrança e carinho!
Deus a abençoe !

Leonardo Macambira disse...

Psiquismo desmistificado

Obrigado por sua participação informativa com relação ao assunto.

Deus o abençoe !!!

Leonardo Macambira disse...

Irmã Mirza

Seu comentário é verdadeiro e retrata oque vivemos nestes últimos dias.DEeus tenha misericórdia de nós !

Paz!!!