sexta-feira, 13 de março de 2009

A utopia espiritual


Uma pergunta que o cristão faz com frequência é: porque sofro tanto, se estou buscando a Deus e tenho me desviado do mal ? Onde está Deus que não vê meu sofrimento ?

Conceitos teológicos errados tem frustado cristãos sinceros e tirado líderes do foco.Quanto mais buscam a Deus pior a situação fica, parece ser contraditório, porque a própria bíblia diz: buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscares de todo o coração(Jr 29:13).Paulo Romeiro em entrevista para revista resposta fiel diz que os principais motivos da igreja se encontrar muitas das vezes frustrada são os erros teológicos, ele diz que os principais erros são a teologia da prosperidade, quebra de maldição hereditária, g12 e distorções nas áreas de batalha espiritual onde a ênfase está nos demônios.

Isso não ocorre de agora com o início dos grandes ministérios brasileiros, foi criada uma utopia cristã, muitos diziam que os EUA é abençoado porque é um país cristão. Com o declínio da economia americana disseram que eles saíram do foco de Deus. Fórmulas mágicas nunca fizeram Deus atuar mais ou menos. O crente espiritual procura primeiro obedecer e saber seus deveres, já o carnal obedece, mais quer logo saber seus benefícios terrenos.

O que fazemos para Deus nunca será mais importante do que ele fez e faz por nós, por isso o resultado da busca não está na importância do que iremos ganhar mas sim na gratidão pelo que Ele nos fez e pela maior proximidade.Ir ao monte, orar de madrugada, fazer campanhas, cumprir penitências nada disso é eficaz se seu coração não estiver na pessoa de Jesus e em suas verdades, muitos acham que Deus espera ser surpreendido por seus servos e acabam entregando-se a aventuras espirituais, deixando de lado uma vida de leitura bíblica e gratidão pela obra redentora de Cristo.

Toda invenção que não leva o crente a se relacionar mas com Deus e ter desejo por está com Cristo está fora da realidade central da fé cristã.

Um comentário:

Etevaldo disse...

Amados.
Creio que o Senhor nos permite passar por circunstancias adversas, para que possamos perceber o tamanho da nossa fé, e avaliarmos a intensidade do nosso amor por Êle.
Questionamentos referentes a dores e sofrimentos, quando frequentes e constantes, revelam impaciencia, e dúvidas tambémconstantes com referencia ao agir de Deus, revelam ausencia do Espírito Santo em tais pessoas.
Sintam-se osculados.