terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Tratando da cura Divina


A cura divina é um tema muito recorrente em o meio pentecostal. Os cristãos, na grande maioria( eu também ), acreditam que o Senhor pode curar os doentes, e Ele realmente cura! É comum reuniões onde alguns pastores proclamam com triunfalismo, contra as doenças e os seus males. Há até reuniões de cura ,porque Deus só cura aquele dia. Pastores que dizem ter um certo "ministério" voltado para cura divina, campanhas para cura e até vários livros sobre esse tema tão polemico. Cura divina também é um assunto controverso onde veremos que há muitos equívocos sendo praticados , e que serão tratados nesse artigo.



F. F. Bosworth e sua influente teoria: Fred Francis Bosworth (1877-1958) foi um pioneiro pentecostal nos EUA. Contrariando a doutrina da “evidência inicial” se desligou das Assembléias de Deus em 1918. Nesse período filiou-se na Christian and Missionary Alliance e desenvolveu um ativo ministério de cura. Teologicamente foi grandemente influenciado por E. W. Kenyon, a semelhança de Kenneth Hagin. Bosworth, no início dos anos 50 uniu-se com o controvertido William Branham[1].F. F. Bosworth escreveu o livro Cristo, Aquele que cura, publicado no Brasil pela Graça Editorial. Esse livro influenciou uma geração de pregadores carismáticos, como Kenneth Hagin e Tommy Lee Osborn. T. L. Osborn, baseado no livro de Bosworth escreveu sua famosa obra Curai Enfermos e Expulsai Demônios.Bosworth defendia a tese que todas as doenças são “opressões demoníacas”. Seus seguidores, como o próprio heresiarca William Branham[2] sempre oravam da seguinte maneira: “Sai dele/sai agora/ demônio da doença tal, sai agora”. Esse tipo de pensamento e oração é ainda possível de ser vista em muitas igrejas pentecostais e carismáticas. Colaborando com esse pensamento, adeptos da Confissão Positiva têm ensinado isso em suas igrejas( aprendem errado ensinam errado ), além de livretos e CDs de mensagens[3].


Enganos de Bosworth : É claro que os demônios podem oprimir pessoas por meio de doenças, sejam cristãs ou não (Jó 2.7; Lc 13.16; At 10.38 e II Co 12.7). Afirmar categoricamente que toda doença é fruto de opressão demoníaca, chega a ser das mais absurdas conclusões doutrinárias. Existem doenças cuja causa são a velhice, epidemias mundiais, maus cuidados com o corpo e a mente etc...Outros equívocos comuns em nossos dias podem ser vistos nos promotores da Confissão Positiva,que também afirmam entre outras coisas o seguinte:


A) As doenças são fruto do pecado: Ora, o pecado pode realmente causar enfermidades, é verdade. A embriaguez, por exemplo, pode acarretar diversas doenças. São as consequências do pecado (II Cr 26.19-20; Jo 5.14). Deus sempre perdoa o pecado, mas nem sempre tira suas consequências. Pela sua graça Ele perdoa e pode apagar as consequências do pecado.O pecado pessoal é uma fonte para doenças, mas nem toda doença é fruto do pecado pessoal como tem sido proclamado por estes grupos. Só o Sangue né amados? Todas as doenças vêm da maldição do pecado original, mas é preciso separá-lo sim, do pecado pessoal.



B) Todos os doentes são pessoas que não teem fé: Esse é uma das maiores mentiras e absurdos proclamados pelos triunfalistas / imediatistas e na minha opnião isso é a maior cara de pau! Ora, uma pessoa que se mantém fiel ao Senhor e ainda assim tem em si uma doença crônica para mim é um exemplo de grande fé este tipo de pessoa que mesmo assim permanece fiel, inclusive a Bíblia nos mostra vários casos assim. A fé não é atributo somente de vitoriosos, mas muitas vezes daqueles que sofrem com paciência. Leia todo o capítulo 11 de Hebreus e você verá vitoriosos e perdedores na galeria dos heróis da fé. Muitos cristãos são doentes e depressivos sim, justamente por causa dessas e doutras mentiras proclamas em púlpitos pra lá de irresponsáveis.


C) Doenças são demônios que precisam ser expulsos: Como citei acima, um crente pode até ser oprimido por uma doença, cuja causa pode ser sim um demônio, mas ele nunca ficará possuído. Câncer, gripe, pneumonia, lepra, AIDS, catapora e outros, não são demônios, são doenças e ponto final. Portanto é ineficais e muito feia essa oração em que as pessoas pedem “sai demônio da gripe, sai demônio da depressão”. Com esse tipo de oração fica implícito duas coisas, ou você acredita na heresia de crente( de verdade ) endemoninhado ou você não sabe a diferença entre uma doença e um ser pessoal (no caso o demônio).E bom seria se fossem só estes os ensinos a serem combatidos, pois já a um determinado tempo certa denominação muito famosa tem feito um apelo para que seus seguidores passem a usar também como instrumento de cura o banho de arruda e sal grosso.




MEEEU DEEUS!!! O SANGUE DE JESUS TEM PODER!!! Onde será que iremos parar desse jeito? Se em igrejas em que supostamente são de Cristo, não se é suficiente o poder de Deus para que um fiel seja curado, mas sim artifícios humanos inclusive muito usado nos meios de feiticeiros e afins.Estamos vivendo em dias em que grande tem sido o misticismo e a entrada do ecumenismo na igreja. Que o Senhor nos ajude!!!!


Referencias:

1. Para mais informações sobre a vida e ministério de F. F. Bosworth leia em: ARAÚJO, Isael de. Dicionário do Movimento Pentecostal. 1 ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2007, p 135-136.
2. Sobre a vida e heresias de William Branham, leia no artigo do apologista Natanael Rinaldi: http://www.icp.com.br/36materia1.asp
3. No Brasil atualmente o maior divulgador das idéias de F. F. Bosworth é o missionário S.S Roares.

5 comentários:

andrea disse...

Muitas pessoas realmente precisam de uma cura interior,baseiam-se suas doenças em demônios e esquecem que existem doenças não diagnosticadas por médicos que nos fazem "morrer",falta de Perdão e ansiedade é uma delas. E as pessoas pensam que estão carregadas.Uma alma limpa,um espírito quebrantado e o olhar para Deus, nos livra de qq mal interno,mesmo que tenhamos uma doença.Tem muitas pessoas em leitos de Hospitais que conseguem sorrir, ter esperança e nós que estamos "bem" estamos praticamente mortos qdo nosso interior está contaminado.

eduardo simões disse...

dar parecer sobre as coisas que nos assolam realmente é muito difícil e perigoso, eu acredito nas palavras e promessas de Jesus e em algumas conclusões de Paulo, Jesus ao passar por um cego, os sacerdotes da época fizeram uma pergunta a respeito de um cego a pergunta foi a seguinte: "este que ai está é cego devido a seu pecado ou ao pecado de seus pais?" e Jesus lhes disse que nem de um, nem de outro que ele estava naquela condição para exaltar o nome de Deus, então fez uma lama com a saliva e o mandou se lavar e voltar curado e isso foi feito, portanto, devemos aqui concluir que ou se é doente por nossos pecados, pelo de nossos pais ou para a glória de Deus, não digo que exista o pecado da gripe e do mal estar, mas, com toda certeza a gripe somente se alojou devido a um estado de espírito ruim que a pessoa estava naquele momento e isto não irá se curar através somente de uma oração, mas, também pode acontecer de tamanha fé espulsar a doença, quantas vezes fui curado após amigos me chamarem pra jogar futebol, isso é maravilhoso, toda doença vem de nosso estado de espírito, porque algumas pessoas se adoeçem tão facilmente e outras não? percebam que a que é uma doente crônica tem sempre medos e preocupações desnecessárias, estas não confiam em Deus, outras enfrentam de peito aberto tempestades e nem pensam no perigo de ficar doente e saem ilesas, a fé é maravilhosa. Creditarmos os males que passamos a Adão como sugere o artigo, não me parece justo, pois, como Paulo observou bem, com o pecado de apenas um homem todos pagam, esperamos em Jesus que com a obediência de um, também sejamos libertos do mal, glórias a Jesus e sua obediência, só que Jesus nos lavou com seu sangue, mas, também disse que ele é o caminho, a verdade e a vida e que somente através dele chegaremos ao pai, chegar ao pai significa que entramos no reino dos Céus e quem está no reino dos Céus, não sofre de mal algum, me vejo obrigado aqui a citar as palavras do poeta Caetano Veloso, que define muito bem a situação de todos nós, a frase é: "cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é". Portanto, quero concluir e dizer que todos os nossos males veem de nós mesmos, vóis sois Deuses, filhos do unipotente senhor Deus e somente sofrem por não confiar, por duvidar e não aceitarem as palavras e as promessas de Jesus, não pensem que eu digo essas coisas e que me julgo acima de qualquer um, não, eu não tenho essa pretenção, é muito difícil entrarmos no reino dos céus, já dizia Jesus é mais fácil um camelo passar pelo buraco da agulha, mas, na verdade sofremos de grandes males por nossa própria escolha e o INcurável é curável no interior, portanto, devemos nos arrepender de nossos pecados e buscarmos a Deus, perdoar a todos e confiarmos em Deus e nas promessas de Jesus e o mais nos será acrescentado.

Roberto Assis disse...

A verdade é que estão de brincadeira com coisas sérias, qualquer crente que fica doente estão dizendo que é pecado.
esta na hora de muita gente começar a crescer!

Robson disse...

ta na cara que tem muito enganador por ai, temos que saber a quem estamos ouvindo , pois oque não esta faltando é manipuladores

Roberto Assis disse...

me vejo obrigado aqui a citar as palavras do poeta Caetano Veloso, que define muito bem a situação de todos nós, a frase é: "cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é". Portanto, quero concluir e dizer que todos os nossos males veem de nós mesmos, vóis sois Deuses, filhos do unipotente senhor Deus e somente sofrem por não confiar, por duvidar e não aceitarem as palavras e as promessas de Jesus






cara , essa parte do eduardo no comentario ele viajou feio , esta virando moda esse negócio de dizer que somos Deuses.